quarta-feira, 3 de novembro de 2010

Preservação da Águia-Pesqueira (Pandion haliaetus)






Publico esta fotgrafia, não pelo facto de achar que o mereça artisticamente, mas pelo valor documental que representa para mim.Trata-se de uma das espécies que ocorrem no nosso país, mas que infelizmente, desde 1997, deixou de nidificar no nosso território. A Águia-pesqueira tem aproximadamente 2 metros de envergadura e é a única rapina europeia a pescar para se alimentar.

Em Portugal, tem estatuto de visitante não nidificante e não é muito habitual avistá-la. Os esforços de preservação revelaram-se infrutíferos ao longo dos anos, nomeadamente, no que diz respeito à possibilidade de fazer regressar casais nidificantes ao solo português. Historicamente, faziam os ninhos em falésias, com especial preferência pela Costa Alentejana.

O individuo da imagem é um Juvenil de 2010, natural de Mallorca (Baleares) onde curiosamente são registados ninhos em falésias, ao contrário da população mais a norte que prefere copas de árvores. Esta fotografia foi efectuada em Agosto, próximo de Portalegre, num local onde se têm feito esforços para manter a população de pesqueiras que anualmente visita essa zona. O poleiro adaptado onde se encontra a rapina foi colocado premeditadamente para esta espécie.

Agradecimento especial a Luis Venâncio, pelas informações prestadas acerca da espécie e dos registos da anilhagem.

Nenhum comentário: