terça-feira, 29 de dezembro de 2015

Grous - As aves que chegam do frio

LWP7805 2

 AS ASVES QUE CHEGAM DO FRIO

A partir de novembro começam a aparecer em grandes zonas abertas ou montado por onde deambulam qual rebanho de ovelhas na procura de bolotas, sementes ou pequenos insectos. São avistados muitas das vezes em bandos de 20 a 30 indivíduos que em conjunto vocalizam um "gruar" característico e inconfundível. As zonas húmidas são também óptimos locais para avistar aquela que é uma das aves mais elegantes da nossa fauna.

LWP8606 2


LWP7259 2


LWP5224


LWP8861



domingo, 6 de dezembro de 2015

Cogumelo

LWP1415


Outono III

LWP9840


Outono II

LWP5554



Bicada de Ferro

63510 01 2015

O Pica-pau-malhado-grande, à semelhança dos outros pica-paus, utiliza o seu bico forte para perfurar a madeira e assim construir os seus ninhos ou procurar alimento.
A rapidez, força e a eficiência com que o faz é um mistério que já foi frequentemente estudado pela ciência. A estrutura do seu crânio e bico conseguem absorver 99% da força de impacto e assim evitar lesões no seu cérebro e corpo.
Os cientistas/engenheiros estão interessados em saber mais sobre o fenómeno de forma a aplicarem em tecnologia espacial, carros, roupa de protecção, etc..
Para se ter uma ideia, a força da bicada de um pica-pau é equivalente a que uma pessoa projecte repetidamente a sua cabeça contra um muro a 25 km/h o que assim, à primeira vista, não me parece totalmente saudável.
Na imagem, um pica-pau-malhado-grande a procurar alimento bicando a casca de um pinheiro.

Outono

LWP0141


segunda-feira, 19 de outubro de 2015

Capa PARDELA

Capa Pardela

É um prazer enorme poder colaborar com a SPEA - Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves com a foto de capa (Colhereiro) da revista PARDELA (edição comemorativa do Nº50).
A Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves é uma organização não-governamental de ambiente sem fins lucrativos que promove o estudo e a conservação das aves e dos seus habitats em Portugal.